Publicações

Manual de Arbitragem - 2014-2016 - Versão 2.0

Issue link: http://rdweb.uberflip.com/i/654423

Contents of this Issue

Navigation

Page 48 of 55

Notas: 47 após consulta com os outros Árbitros, deverá terminar o combate e declarar o adversário vencedor através de Kiken-gachi; b) O competidor poderá pedir ao Árbitro para chamar o médico, mas neste caso, o combate será encerrado e seu oponente vencerá através de Kiken- gachi; c) O médico poderá também pedir para oferecer assistência ao competidor, mas neste caso o combate será encerrado, e o adversário vencerá por Kiken-gachi. Sempre que os Árbitros opinarem que a luta não deverá continuar, o Árbitro central terminará o combate e indicará o resultado de acordo com as regras. Todo atleta com capacidade de se locomover terá de ser atendido fora da área de competição. LESÕES E SANGRAMENTOS Quando uma lesão de sangramento ocorrer, o Árbitro deverá chamar o Médico para oferecer assistência ao competidor, ou seja, parar e isolar o sangramento. Em casos de hemorragia, por razões de saúde, o Árbitro deverá chamar o Médico. Não é permitido lutar enquanto estiver sangrando. No entanto, a mesma lesão de sangramento poderá ser tratada pelo Médico em duas (2) ocasiões. A terceira (3) vez que a mesma lesão com sangramento ocorrer, o Árbitro, após consulta prévia com os outros Árbitros, deverá acabar a luta para a segurança do competidor e ele declarará o adversário vencedor através de Kiken-gachi. No caso em que o sangramento não possa ser contido nem isolado, o adversário será o vencedor por Kiken-gachi. Ferimentos leves Um ferimento leve poderá ser tratado pelo próprio competidor. Por exemplo, no caso de um dedo deslocado, o Árbitro deverá parar o combate (anunciando Mate ou Sono-mama) e permitir ao participante recolocar o dedo deslocado. Esta ação deverá ser feita imediatamente, sem a assistência do Árbitro nem do Médico e o competidor poderá continuar a luta.

Articles in this issue

view archives of Publicações - Manual de Arbitragem - 2014-2016 - Versão 2.0