Publicações

Manual de Arbitragem - 2014-2016 - Versão 2.0

Issue link: http://rdweb.uberflip.com/i/654423

Contents of this Issue

Navigation

Page 30 of 55

Notas: 29 ARTIGO 17 - Aplicação de Mate 1) Geral Árbitro deverá anunciar Mate, a fim de parar temporariamente o combate nos casos abrangidos pelo presente artigo, e os competidores deverão retornar rapidamente às posições iniciais definidas no parágrafo 3 do Artigo 1 deste Regulamento. Para recomeçar o combate, ele deverá anunciar Hajime: Fora a situação quando o Mate deve ser atribuido por um Shido ao lutador que o merece, os competidores deverão permanecer nos seus lugares, sem precisar voltar às suas posições iniciais (Mate-Shido-Hajime) a não ser que um Shido for atribuido por causa de abandono da área de combate. O árbitro que anunciou Mate não deverá perder de vista os competidores, caso eles não o ouvirem e continuarem a luta ou se um incidente surgir. 2) Situações em que o Árbitro deverá anunciar Mate: a) Quando ambos os competidores estiverem completamente fora da área de combate; b) Quando um ou ambos os competidores executarem um dos atos proibidos mencionados no artigo 27º deste Regulamento; c) Quando um ou ambos os competidores estiverem lesionados ou doentes. Caso qualquer uma das disposições do artigo 29º ocorrerem, o Árbitro, depois de anunciar Mate, chamará o médico conforme o referido artigo, ao pedido do participante ou diretamente em função da gravidade da lesão, permitindo ao competidor, a fim de facilitar o seu desempenho, adotar uma posição diferente da posição de partida; d) Quando for necessário para que um ou ambos os competidores ajustem seus Judoguis; e) Quando não houver progresso evidente durante a Newaza; f) Quando um competidor retomar a posição vertical ou semi-vertical de Newaza, segurando nas costas o seu adversário, sem tocar com as mãos no Tatame, indicando o desequilíbrio do adversário; g) Quando um competidor se encontrar dentro, ou a partir de Newaza retomar a posição vertical e levantar o seu adversário, que está deitado de costas, com uma (1) ou ambas as pernas ao redor de qualquer parte do participante em pé, sem tocar no Tatame;

Articles in this issue

view archives of Publicações - Manual de Arbitragem - 2014-2016 - Versão 2.0