Publicações

Manual de Arbitragem - 2014-2016 - Versão 2.0

Issue link: http://rdweb.uberflip.com/i/654423

Contents of this Issue

Navigation

Page 28 of 55

Notas: 27 incorreta (considerada assim toda aquela que não tiver um ângulo de 30 graus,a partir da cintura), o Árbitro deve solicitar aos competidores fazê- la. É muito importante executar a reverência de uma forma muito correta. 4) O combate começará sempre na posição vertical quando o Árbitro anunciar Hajime. 5) O médico credenciado poderá solicitar ao Árbitro parar a luta nos casos e com as consequências estipuladas no Artigo 29. 6) A FIJ decidiu regularizar as funções dos técnicos durante as lutas. Esta medida será aplicada a todas as competições organizadas pela FIJ e providenciando acceso à Lista do Ranking Mundial. Os técnicos devem estar sentados no lugar reservado especialmente para eles antes do começo da luta. a) Os técnicos não são autorizados a dar instruções aos competidores enquanto estes estejam lutando; b) Somente durante o intervalo (entre Mate e Hajime), os técnicos poderão dar instruções a seus competidores; c) Depois que a pausa acabar e luta continuar (Hajime), os técnicos deverão manter o silêncio de novo e não poderão fazer nenhum gesto; d) Se o técnico não respeitar esta regra, ele receberá primeiro uma ADVERTÊNCIA; e) Se o técnico tiver a mesma atitude novamente, ele receberá uma segunda ADVERTÊNCIA e será expulso da área de competição e não será substituído durante esta luta; f) Se o técnico mantiver este comportamento, mesmo estando fora da área de competição, ele/ela será penalizado (a). A sanção poderá ter como consequência a retirada da sua credencial; 7) Os mebros da Comissão de Arbitragem podem interromper a luta. O júri da FIJ intervirá somente quando houver um erro que precisa ser corrigido. A intervenção e qualquer mudança às decisões dos Árbitros pelo Júri da FIJ serão realizadas somente em condições excepcionais. O Júri da FIJ intervirá somente quando for extremamente necessário. Júri da FIJ, assim como os Árbitros, deve ser composto de nacionalidades diferentes das dos atletas no tatame.

Articles in this issue

view archives of Publicações - Manual de Arbitragem - 2014-2016 - Versão 2.0