Publicações

Manual de Arbitragem - 2014-2016 - Versão 2.0

Issue link: http://rdweb.uberflip.com/i/654423

Contents of this Issue

Navigation

Page 27 of 55

Notas: 26 c) O Árbitro pedirá às equipes voltarem para Joseki, estendendo os braços para frente em paralelo, com as palmas abertas, e anunciará Rei, a ser realizado simultaneamente por todos os membros de ambas as equipes. O árbitro não precisa fazer a reverência. d) O Árbitro solicitará, através de um gesto com o braço formando ângulo direito entre o antebraço levantado para cima e as palmas de frente uma para a outra "OTAGAI-NI" (reverência um para outro), as duas equipes voltarão de frente uma para a outra, anunciando Rei, a ser realizado da mesma maneira que anteriormente. e) Depois de terminar a cerimônia de reverência, os membros de ambas as equipes sairão pelo mesmo lugar que eles entraram, esperando, na borda externa centrada da área de combate, os competidores de cada equipe fazerem a primeira luta. Em cada competição, eles irão realizar o mesmo procedimento de reverência que na competição individual. Ao acabar a última competição do encontro, o Árbitro irá solicitar às equipes que procedam conforme descrito nos parágrafos a e b, anunciando em seguida o vencedor. A cerimônia de reverência será realizada na ordem inversa do início, saudando-se primeiro entre si e, finalmente, ao Joseki. 2) Os participantes podem fazer a reverência ao entrarem ou sairem da área de combate, embora isso não seja obrigatório. Ao entrarem na área do Tatame os lutadores deverão andar para a entrada da área de combate ao mesmo tempo. Os lutadores não deverão cumprimentar-se antes do início da luta. 3) Em seguida, os competidores andarão para o centro da borda da área de combate (na área de segurança), nos seus respectivos lados, de acordo com a ordem de combate (primeiro chamado à direita do Árbitro e o segundo chamado à sua esquerda), e assim permanecem. Ao sinal do árbitro, os competidores deverão avançar para as respectivas posições de partida e fazer uma reverência, simultaneamente, um para o outro e dar um passo a frente com o pé esquerdo. Uma vez acabada a luta e o árbitro indicar o vencedor, os competidores deverão simultaneamente dar um passo para trás com o pé direito e fazer a reverência um para o outro. Se os competidores não fizerem a reverência ou a fizerem de forma

Articles in this issue

view archives of Publicações - Manual de Arbitragem - 2014-2016 - Versão 2.0